GOOGLE WEBSITE TRANSLATOR GADGET

Dos sentidos...

“Ela é uma moça de poses delicadas, sorrisos discretos e olhar misterioso. Ela tem cara de menina mimada, um quê de esquisitice, uma sensibilidade de flor, um jeito encantado de ser, um toque de intuição e um tom de doçura. Ela reflete lilás, um brilho de estrela, uma inquietude, uma solidão de artista e um ar sensato de cientista. Ela é intensa e tem mania de sentir por completo, de amar por completo e de ser por completo. Dentro dela tem um coração bobo, que é sempre capaz de amar e de acreditar outra vez. Ela tem aquele gosto doce de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna.”

Acho que ninguém mais conseguiria descrever tão bem minha alma... Dele, [Caio Fernando Abreu]

If - Bread (Você pode pausar a música :)


♪ Músicas online grátis! Acesse: www.powermusics.com

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Cortinas que não se continham a rodopiar no vento
Espetáculo solto na imaginação
Fez-se de estrelas deitado no meu colchão
Olhando-me com olhos de planeta seco
Levando-me em erupção de desejos
Feito vulcão eu ardia em chamas acesas...
Escalando-me feito alpinista com beijos
Desenhando sóis de artista ao redor dos meus seios
Que me queimava a pele, a boca... A língua...
Arrancando de mim gemidos...
Penetrando-me o corpo... A mente...
Cenário de peles nuas de uma platéia de deuses
Eros... Afrodite...
O pico, o ápice... O sussurrar tímido e urgente...
O êxtase, o suco, a dádiva...
Soluços cálidos... Saliva que arde...
As vozes roucas no fechar das cortinas a rodopiar no vento....

Do olhar...

Do olhar...
"E se eu te olhar cem vezes, acredite, em cada uma delas estarei me apaixonando um pouco mais." [ Caio F. Abreu ]

Dos livros que ainda vou ler...

Dos livros que ainda vou ler...
Eu, quando ganho livros fico tão feliz que o barulhinho das páginas ao folhea-lo é como se tivessem me dizendo: Toma aí, mais um pedaço de você que achei. [Rahssi]

Do silêncio...

Do silêncio...
"Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos braços sem fazer perguntas demais. Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta." (Lya Luft)